MÚsica Gospel

POR ELVIS TAVARES
elvistavares@efratamusic.com.br
Imprimir esta matéria Enviar para um amigo Ver todas as matérias

Morre em Portugal o cantor Adilson Lopes

Publicado em 28-07-2016

Texto: Redação Efrata Music

Tags: cantores(as) e bandas  

Morreu nesta quinta-feira (28/07), em Portugal, o cantor Adilson Lopes. A notícia foi divulgada pelo filho de Adilson, Raphael Lopes, em seu perfil no Facebook.

Adilson tinha uma doença degenerativa e desconhecida pela medicina. Ele estava internado no Hospital Beatriz Ângelo, na cidade portuguesa de Loures. Há mais de dez anos o cantor morava em Portugal com a família. Além de Raphael, Adilson deixa esposa, a cantora Leninha Ribas Lopes.

De timbre assemelhado ao cantor estadunidense Elvis Presley, Adilson Lopes surgiu no cenário gospel brasileiro, no fim dos anos 1970, mostrando influência do rock, a despeito da flagrante resistência ao ritmo, na época, por parte de alguns segmentos evangélicos. Canções de rock pode ser ouvidas em LPs lançados na década de 1980, como Paz no vale (1982), Lindo lugar (1986) e O sangue de Jesus me libertou - versão 2 (1987).

O cantor também foi um dos primeiros nomes do gospel brasileiro a ser contratado por uma gravadora multinacional e de linha popular. O álbum Herança, de 1983, foi produzido pela Polygram, hoje Universal Music, sob o selo fonográfico Angelical - vinho escrito no rótulo do disco de Adilson - criado, certamente, para diferenciar as produções religiosas daquelas de música pop.

No artigo "The voices brasileiros", o manager da Efrata Music, Elvis Tavares, incluiu Adilson Lopes no rol dos grandes cantores do gospel nacional, classificando-o como um "tenor de respeito". Segundo Elvis, no álbum Herança o cantor "pôde explorar bastante seus dotes vocálicos".

"Marcante também foi a leitura que [Adilson] fez da música Êxodos, esta inclusa no disco Paz no vale, um trabalho anterior", acrescentou Elvis.

Na mais recente edição de seu programa semanal de rádio, "Onde os fracos têm vez", dedicada à memória da música, o manager da Efrata Music incluiu a canção Herança (composta por Edison Coelho) no repertório.

Doença desconhecida

Em setembro de 2015, Adilson Lopes fez uma postagem, em seu perfil no Facebook, explicando o problema de saúde que enfrentava. Na época, o cantor já se tratava havia sete meses de "uma doença muito agressiva e desconhecida da medicina". Por esse motivo, ficou internado durante meses, para que os médicos tentassem descobrir o que ele tinha e determinassem o tratamento. No período em que esteve no hospital, Adilson perdeu 30 quilos, respirou através de aparelhos, teve que andar em cadeira de rodas e perdeu a fala por quatro meses.

"Esta doença, só aqui em Portugal, tem matado mais de 10 mil pessoas por ano", contou. E ele prosseguiu: "Se não fosse o Deus Jeová Rapha, o Deus Médico, e as milhares e milhares de orações do Brasil e de muitos outros países onde estive, com certeza teria morrido. Estou muitíssimo feliz, pois Deus me livrou do vale da sombra da morte e me deu mais uma chance de vida."

Para Elvis Tavares, a sobrevida de Adilson Lopes atendeu aos propósitos de Deus na vida do cantor.

"Houve um período de recuperação no tratamento da doença que afetou Adilson Lopes, surpreendendo até a equipe médica. Pelo visto, tratou-se de um prolongamento necessário à vida dele e à missão que abraçou, tal qual ocorreu com o rei Ezequias de Judá", compara o manager da Efrata Music.

Elvis Tavares é advogado, pós-graduado em Propriedade Intelectual pela PUC/RJ, cantor, compositor, produtor, escritor, radialista e manager da Efrata Music

Comentários

Copyright Efrata Music Editora. Desenvolvido por Universo Produções.

Visite o canal da Efrata Music no YouTube e assista a vídeos exclusivos.